Nordeste ocupa terceiro lugar no ranking de regiões que mais geraram empregos formais em julho

Segundo dados divulgados pela Caged, houve a criação de mais 7.163 vagas formais na região nordeste, mas Ceará se destaca por contratação em regime de tempo parcial.
Ficando atrás apenas da região Sudeste e Centro-Oeste, segundo os dados divulgados hoje pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), o Nordeste aparece em terceiro lugar no ranking das regiões que mais geraram empregos formais em julho, que, ao todo, somam a criação de 7.163 vagas formalizadas. Por outro lado, o Ceará se destaca por contratação em regime de tempo parcial. Em julho desse ano, o estado gerou 103 contratados nesse formato.
Para o contador e consultor financeiro, Marcos Sá, o cenário demonstra que agosto poderá manter esse ritmo de geração de emprego. “Tivemos um saldo positivo de contratações que nos deixam esperançosos para que esse ritmo crescente continue nos próximos meses. O Ceará tem apostado na contratação por regime de tempo parcial, aquele cuja duração não exceda a vinte e cinco horas semanais, ficando atrás apenas do Rio de Janeiro e São Paulo nesse caso”, explicou.
Brasil
O Brasil encerrou o mês de julho com a abertura de 47.319 vagas de emprego com carteira assinada, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Esse foi o melhor resultado para o mês de julho desde 2012, quando foram abertas 142 mil vagas.
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *